domingo, 22 de dezembro de 2013

* E o menino se formou!

 
...e se passaram 4 anos desde que o Vitor começou sua jornada na escola!
 
 Primeiro, um ano na estimulação precoce onde ele começou a receber atendimento logo que saiu o diagnóstico de Transtorno Invasivo do Desenvolvimento, aos dois anos e meio. Foi lá que ele começou a se socializar com outras pessoas, e como foi difícil! Foi um ano de grandes esforços para que o Vitor aceitasse estar com outras crianças e aceitar a rotina de uma escola.
Depois, mais três anos na Educação Infantil. Foram momentos de grande tensão. A luta para que o Vitor aceitasse entrar na escola sem chiliques durou 2 anos e meio, agora, essa dificuldade está totalmente superada. Sendo um garoto altamente sensível, ele precisou se sentir querido, e quando isso foi acontecendo, ele foi se deixando seduzir pelo encantamento da rotina na educação infantil. A escola por sua vez, se preocupou em oferecer uma rotina para que ele se sentisse seguro.
Aos poucos, ele foi se integrando, começou a querer participar das atividades, com o apoio do atendimento psicopedagógico que recebe dentro e fora da escola , tem realizado as atividades sem adaptações e com cada vez mais interesse.
Agora começa novamente o frio na minha barriga, vai iniciar uma nova fase, a alfabetização deve acontecer no próximo ano, e o Vitor está cada dia mais envolvido pelo som das letras e soletração de palavras. No fundo, sei que vai dar tudo certo, pois esse garotinho tem o dom especial de me fazer acreditar no impossível. E que venha o novo ano, e que traga muitos momentos de superação e vitórias!

Um comentário:

  1. Crendo no sucesso total desse rapaz!! Bjs. A prof. Do ano q vem já está apaixonada.

    ResponderExcluir